Categoria

direito médico: gerenciamento de risco - médicos realizando uma cirurgia

Direito médico: gerenciamento de risco e compliance

O direito médico no Brasil Direito médico é o ramo do direito que “estuda a relação jurídica estabelecida entre o paciente e o médico em um contrato de tratamento”, ou seja, é a parte do direito que se prontifica a estudar as leis que irão regulamentar a atividade do profissional da saúde e da instituição hospitalar. No Brasil, o instrumento

Veja Mais
Prontuário médico como meio de prova - médico em seu consultório com um documento

Quando o prontuário médico é usado como meio de prova

O Prontuário Médico, como esclarece o Código de Ética Médico, é “o documento único constituído de um conjunto de informações, sinais e imagens registradas, geradas a partir de fatos, acontecimentos e situações sobre a saúde do paciente e a assistência a ele prestada, de caráter legal, sigiloso e científico, que possibilita a comunicação entre membros da equipe multiprofissional e a

Veja Mais

Recusa de Atendimento: Como o Médico Deve Agir?

O Código de Ética Médica (CEM) define que a medicina é uma profissão a serviço da saúde do ser humano e da coletividade, vedada a discriminação. Ainda diz que o profissional deve atender aos preceitos éticos e morais em benefício da saúde do paciente, observados o cuidado e a qualidade profissional, que deve sempre ser aprimorada.

Veja Mais

O Direito dos Médicos em Tempos de Covid-19.

Com o advento da pandemia do novo coronavírus, profissionais da saúde representam a linha de frente do combate ao avanço da pandemia no país. Esses profissionais estão diariamente lutando pela vida da população e merecem o reconhecimento de todos, mas, acima disso, merecem condições minimamente dignas de trabalho para que possam se manter sãos durante esse período conturbado.

Veja Mais

Quais os direitos do médico no Processo Ético-Profissional?

Os Conselhos Regionais de Medicina (CRM’s) possuem a competência de fiscalizar a atuação dos médicos e realizar o julgamento dos casos que ferem o Código de Ética Médica. Eles tem o poder de suspender ou cassar o registro do profissional que cometer infração. 

Veja Mais

Enfermeiros podem ser processados por erro médico?

Erro médico é um dano causado ao paciente por ação ou omissão de um profissional da área da saúde. Ele engloba a falha do médico e ainda de outros profissionais da Saúde. Portanto enfermeiros também podem ser processados. Assim como, dentistas, fisioterapeutas, etc.

Veja Mais

Direito Médico preventivo: quais são os benefícios?

Trata-se de Direito Médico todos os direitos e deveres dos profissionais, instituições de saúde, poder público e pacientes relacionados a alguma prestação de serviços de saúde. Está cada dia mais comum a judicialização da saúde. O Direito Médico preventivo, como o próprio nome sugere, visa resguardar, ou até mesmo evitar, os profissionais da saúde quanto à ações futuras.

Veja Mais

Médicos: saiba como colocar em prática a telemedicina

A telemedicina é a prestação de saúde por profissionais utilizando-se de Tecnologias de Informação e Comunicação (TCIs). Através da telemedicina é possível a troca de informações de diagnóstico, tratamento e prevenção de doenças, pesquisa e avaliação de pacientes. O exercício da telemedicina está permitido à todas as especialidades da área médica no Brasil durante a pandemia do coronavírus.

Veja Mais

Senado aprova uso da telemedicina durante pandemia da covid-19.

Com o objetivo de desafogar hospitais e centros de saúde durante a pandemia do coronavírus, o Senado aprovou o Projeto de Lei que libera o uso da telemedicina. A partir de agora está legalizado o atendimento por meio de recursos tecnológicos como por exemplo videoconferência.    Na consulta por telemedicina é possível monitoramento de pacientes, troca de informações médicas e

Veja Mais

Plano deve afastar carência contratual e custear tratamento de Covid-19.

Com a pandemia causada pelo coronavírus, classificada pela Organização Mundial da Saúde – OMS, muitos brasileiros estão buscando sanar dúvidas sobre a prestação de serviços à saúde e muitas delas dizem respeito aos contratos de planos de saúde.    Para prestação efetivamente dos serviços previstos em contrato, via de regra, o plano de saúde exige uma carência de 180 dias.

Veja Mais